Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Como está o consumo de alimentos orgânicos no Brasil?

Article-Como está o consumo de alimentos orgânicos no Brasil?

consumo-de-alimentos-organicos.jpg

Pesquisas apontam que o consumo de alimentos orgânicos no Brasil vem crescendo de maneira exponencial. Veja como a indústria pode se beneficiar dessa nova tendência. 

Embora ainda não seja tão popular, segundo pesquisas, o consumo de alimentos orgânicos está ganhando espaço na mesa dos brasileiros.

Os alimentos orgânicos são aqueles cultivados sem agrotóxicos, fertilizantes sintéticos ou organismos geneticamente modificados. Eles são produzidos através de métodos que respeitam o equilíbrio natural dos ecossistemas e promovem a biodiversidade. 

A seguir, veja tudo o que você precisa saber sobre o consumo de alimentos orgânicos no Brasil, os motivos que estão por trás do aumento da busca por consumidores e como a indústria pode se beneficiar.

Relacionado: [Ebook] Geração Z: comportamentos e exigências em relação à indústria de alimentos

46% da população brasileira consome alimentos orgânicos

A pesquisa Panorama do Consumo de Orgânicos no Brasil 2023, realizada pela Brain Inteligência Estratégica, é um estudo revelador que lança luz sobre os hábitos alimentares dos brasileiros em relação aos produtos orgânicos. 

De acordo com os resultados, 46% da população brasileira consome alimentos orgânicos. Este dado é um indicativo poderoso do crescente interesse dos brasileiros por uma alimentação mais saudável e responsável.

A pesquisa também apontou um crescimento de 16% no consumo desses produtos entre 2021 e 2023, o que demonstra uma tendência clara de valorização da qualidade e da origem dos alimentos.

A região Nordeste lidera o consumo de orgânicos no país, com 45% dos entrevistados afirmando consumir esses produtos; seguida pelo Centro-Oeste, com 42%, e pelo Sudeste, com 30%.

Esses percentuais mostram que, apesar dos preços muitas vezes mais altos em comparação aos alimentos convencionais, os brasileiros estão dispostos a investir em uma alimentação que consideram mais saudável e ética.

A partir disso, o levantamento destaca uma realidade inegável: os brasileiros estão cada vez mais conscientes da importância de escolher produtos orgânicos. Este movimento não apenas melhora a saúde individual, mas também contribui para um futuro mais sustentável para todos.

Por que o consumo de orgânicos está crescendo no Brasil?

O número de produtores orgânicos cadastrados no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa) em 2012 era de 5,9 mil e atualmente esse cadastro conta com 25,4 mil produtores, um crescimento de 328% em 12 anos. 

O consumo de alimentos orgânicos no Brasil tem apresentado um crescimento notável nos últimos anos, refletindo uma mudança profunda nos hábitos alimentares e na consciência dos consumidores. A seguir, confira os principais motivos que explicam esse aumento tão relevante.

Relacionado: Indústria de alimentos aposta em ingredientes com selos sustentáveis 

Preocupação com a saúde

A principal razão para o aumento do consumo de orgânicos é a busca por uma vida mais saudável. Os consumidores estão cada vez mais informados sobre os benefícios de uma alimentação livre de agrotóxicos e aditivos químicos, o que os leva a optar por produtos orgânicos.

Conscientização ambiental

Em conjunto com a preocupação com a saúde e bem-estar, há uma crescente preocupação com o meio ambiente e a sustentabilidade. Os brasileiros estão reconhecendo que os métodos de produção orgânica são mais benéficos para o planeta, pois promovem a biodiversidade e reduzem a poluição.

Além disso, campanhas educativas e a disseminação de informações sobre os benefícios dos orgânicos têm desempenhado um papel crucial na mudança de percepção e na decisão de compra dos consumidores.

As características da produção orgânica não prejudicam o ambiente nem comprometem os recursos naturais, além de não afetar os animais e plantas e não degradar o solo.

Qualidade e sabor

Muitos consumidores percebem que os alimentos orgânicos possuem um sabor mais natural e autêntico. Isso se deve ao cultivo sem o uso de produtos químicos sintéticos, o que pode melhorar o sabor dos alimentos.

alimentos orgânicos sendo servidos em embalagens de papel kraft

Como a indústria pode se beneficiar desse crescimento?

O aumento do consumo de alimentos orgânicos no Brasil é um reflexo de uma sociedade que valoriza a saúde, o meio ambiente e a qualidade dos alimentos.

À medida que esses valores continuam a ganhar importância, é provável que o mercado de orgânicos continue a expandir, oferecendo ainda mais opções para os consumidores brasileiros.

Investir em produtos orgânicos não só atende à demanda dos consumidores por uma alimentação mais saudável, mas também promove a sustentabilidade e pode impulsionar o sucesso econômico das empresas envolvidas.

Inovação em produtos

A alta demanda de alimentos orgânicos no Brasil também impulsiona uma onda de inovação na indústria de ingredientes.

À medida que mais consumidores buscam opções alimentares sustentáveis e nutritivas, a indústria é desafiada a desenvolver novas tecnologias e processos que atendam a essas expectativas.

Essa inovação vai além da simples substituição de ingredientes convencionais por orgânicos. Envolve a criação de ingredientes que sejam não apenas orgânicos, mas também mais sustentáveis, nutritivos e de alta qualidade.

Isso significa investir em pesquisa e desenvolvimento para encontrar métodos de cultivo e produção que preservem os recursos naturais e aumentem o valor nutricional dos alimentos.

Relacionado: [Ebook] Tendências em ingredientes para 2024

Expansão do portfólio de produtos

Outro fator positivo é a possibilidade de expansão do portfólio de produtos. Com o aumento da demanda, empresas têm chances de diversificar suas ofertas e explorar novos nichos de mercado.

A diversidade não só aumenta a base de clientes potenciais, como impulsiona a inovação na indústria. 

Isso porque companhias podem investir em pesquisa e desenvolvimento para criar novos produtos orgânicos ou aprimorar ingredientes, incorporando novos itens na produção e desenvolvendo técnicas de processamento que preservem a qualidade e os benefícios nutricionais.

Ênfase em sustentabilidade

A sustentabilidade tem se tornado um pilar fundamental para empresas que buscam não apenas o sucesso econômico, mas também uma contribuição positiva para a sociedade e o meio ambiente. 

Investir em alimentos orgânicos é uma das maneiras pelas quais as empresas podem enfatizar seu compromisso com práticas sustentáveis.

Dessa forma, as empresas apoiam a agricultura que protege os recursos naturais, minimiza a poluição do solo e da água e reduz a dependência de insumos químicos nocivos. Isso resulta em um impacto ambiental significativamente menor em comparação com a agricultura convencional.

Além disso, o investimento em orgânicos pode melhorar a imagem corporativa, atraindo consumidores conscientes que valorizam a ética e a responsabilidade ambiental. 

Isso pode se traduzir em uma vantagem competitiva no mercado, à medida que a demanda por produtos sustentáveis continua a crescer.

consumidora em mercado com ecobag no ombro com alimentos orgânicos na seção de legumes, frutas e verduras no mercado

Adaptação às novas tendências

Com 46% da população consumindo orgânicos, há um mercado em expansão que demanda uma oferta diversificada de produtos. Isso abre portas para novos negócios e para a expansão de empresas já estabelecidas.

Empresas que reconhecem e se adaptam a essa tendência estão se posicionando à frente no mercado. Ao focar em produtos orgânicos, elas não só atendem a uma demanda crescente, mas também se estabelecem como líderes em um movimento global por uma alimentação mais consciente e responsável.

Investir nesse tipo de alimento não é apenas uma questão de atender a uma moda passageira, mas sim de entender e se antecipar às necessidades de um consumidor que está cada vez mais informado e exigente.

O consumo de alimentos orgânicos no Brasil está em uma trajetória de crescimento, impulsionado pela busca por uma vida mais saudável e por escolhas que favoreçam a preservação do meio ambiente. 

Com essa tendência, espera-se que a indústria alimentícia continue a se adaptar para atender a essa demanda crescente.

 

LEIA MAIS

  1. Leite orgânico: conheça o segmento que cresce no país e no mundo
  2. O papel dos ingredientes naturais na indústria de alimentos: como as empresas os utilizam para atender às demandas dos consumidores
  3. Alimentação saudável: alimentos protagonistas dessa nova cultura
  4. Comportamento do consumidor: Saúde como estilo de vida 
  5. Movimento clean label cresce e busca incorporar novas qualidades
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar