Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Agricultura sustentável e produção de alimentos: como sua indústria ganha valor agregado com este tema

Article-Agricultura sustentável e produção de alimentos: como sua indústria ganha valor agregado com este tema

Imagem de uma lâmpada plantada sob o solo. Dentro da lâmpada, há uma árvore e, ao redor, símbolos que remetem à sustentabilidade
A relação entre agricultura sustentável e produção de alimentos é um assunto cada vez mais relevante; entenda o por quê

Agricultura sustentável e produção de alimentos. Neste material, você vai entender como unir as duas frentes para agregar valor à sua empresa.

A crescente conscientização sobre a importância de práticas agrícolas que respeitem o meio ambiente e que garantam a segurança alimentar a longo prazo, tem dado destaque às empresas que adotam uma abordagem mais consciente. 

Nesse sentido, nos próximos tópicos abordamos como empresas do setor alimentício podem se beneficiar ao adotarem meios sustentáveis para a produção de alimentos. Você pode ler o conteúdo e entender se sua empresa atende a estes requisitos. Se não, como pode passar a atender e ter a possibilidade de ganhar ainda mais valor agregado. 

Além disso, falaremos sobre quais iniciativas devem ser tomadas por essas organizações, além de apontar qual é a real importância das práticas sustentáveis na indústria alimentícia.

Relacionado: Indústria de alimentos aposta em ingredientes com selos sustentáveis

O que é uma produção sustentável de alimentos?

Podemos resumir o conceito de produção sustentável de alimentos como um sistema de produção que busca atender às necessidades alimentares da população atual sem comprometer a capacidade das gerações futuras. 

Essa abordagem enfatiza a utilização responsável dos recursos naturais, a preservação do meio ambiente e a promoção da saúde e do bem-estar humano.

Para produzir alimentos de maneira sustentável, são adotadas práticas que resguardem esse respeito para com os limites ecológicos e sociais. Dentre elas, podemos destacar:

  • Cultivo de variedades de plantas adaptadas ao clima do local onde a produção acontece;
  • Utilização consciente dos animais necessários na produção (geralmente equinos, bovinos, galináceos e caprinos);
  • Redução do uso de produtos químicos para adubo e manejo de pragas e doenças em plantações;
  • Uso de energias renováveis, como a solar e a eólica;
  • Mitigação do desperdício de alimentos, que é considerado inaceitável sob diversos pontos de vista;
  • Utilização de técnicas agrícolas que conservam o solo e a água.

Essas são algumas características observadas quando há a união entre agricultura sustentável e produção de alimentos.

Como identificar os alimentos sustentáveis?

alimentos-sustentaveis.png

Tecnicamente falando, não há nenhuma forma 100% confiável de apontar se um alimento é sustentável ou não. Isso porque a expressão “sustentabilidade” leva em consideração vários fatores.

Entretanto, podemos afirmar com certo grau de certeza que existem alguns tipos de alimentos que podem ser taxados como sustentáveis, justamente pelas características do seu modo de produção e comercialização. São eles:

  • Vegetais e frutos orgânicos, que são produzidos sem o uso de agrotóxicos e adubos químicos, o que ajuda a preservar o solo e a saúde dos agricultores e consumidores;
  • Carne de animais criados em pasto, por terem alimentação mais natural e não dependerem de rações ou de grãos que exigem muita água e energia para serem produzidos;
  • Peixes cultivados de maneira sustentável, geralmente espécies nativas, criadas em fazendas que respeitam o meio ambiente e as comunidades locais;
  • Produtos alimentícios orgânicos e de comércio justo, que ajudam a apoiar agricultores locais e asseguram que os trabalhadores recebam um salário justo e que os direitos trabalhistas sejam respeitados;
  • Qualquer alimento de origem vegetal, como grãos, leguminosas, frutas e verduras, que geralmente são mais sustentáveis que produtos de origem animal, uma vez que exigem menos recursos para serem produzidos e têm um impacto menor no meio ambiente;
  • Alimentos com menos embalagem ou que tenham embalagens recicláveis, por ajudarem a reduzir o impacto ambiental gerado pela produção de alimentos.

Relacionado: A formação do profissional ESG

Qual a importância da produção sustentável de alimentos?

A produção sustentável de alimentos é importante para garantir a segurança alimentar a longo prazo e preservar o meio ambiente. 

A exemplo disso, a ação conjunta entre agricultura sustentável e produção de alimentos ajuda a reduzir os impactos negativos no solo, nas fontes d'água e na biodiversidade.

Assim, é correto afirmar que adotar práticas responsáveis de manejo e conservação dos recursos naturais é um meio de garantir a produtividade agrícola sem comprometer a capacidade de produção das gerações futuras.

Como está a agricultura sustentável no Brasil?

Segundo uma nota técnica divulgada pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) em 2022, o Brasil está muito à frente de outros países exportadores de alimentos no quesito agricultura sustentável.

Dentre os destaques apontados pelo documento, está o dado que indica que o Brasil é um dos países que mais protege suas florestas, ao passo que produz alimentos em profusão.

Além disso, a produção agrícola do Brasil só aumenta, o que prova que é possível unir sustentabilidade e produtividade em um mesmo leque de ações.

Quais medidas as indústrias alimentícias devem tomar para tornar a produção de alimentos mais sustentável?

Não deve haver mais meios-termos entre agricultura sustentável e produção de alimentos. Nesse sentido, é importante que as empresas tomem medidas para implementar essa produção mais consciente.

Algumas ações necessárias, são:

  • Diminuir ou substituir combustíveis fósseis -como petróleo e gás- nas cadeias de produção de alimentos;
  • Equilibrar a conservação de matas ciliares e as práticas agrícolas;
  • Minimizar o uso de energia e água na fabricação de alimentos;
  • Diminuir ou abolição do uso de agrotóxicos;
  • Reduzir a emissão de poluentes na atmosfera;
  • Praticar a pesca sustentável;
  • Utilizar ingredientes sustentáveis para a confecção de alimentos industrializados.

As ações acima citadas são as mais comumente recomendadas. Porém, ainda existem algumas outras práticas mais específicas que também visam uma “revolução sustentável” em empreendimentos alimentícios. 

Como sua empresa ganha valor ao investir na agricultura sustentável e produção de alimentos?

Tornar-se uma companhia alimentícia sustentável não é apenas uma questão de responsabilidade socioambiental, mas sim um investimento estratégico que agrega valor aos produtos e serviços oferecidos por esse tipo de empresa.

Para exemplificar bem esse fato, uma pesquisa do Instituto Akatu e da consultoria GlobeScan aponta que, estimativamente, 64% dos brasileiros estão dispostos a pagar mais por alimentos produzidos de forma sustentável.

Já outro estudo, esse veiculado pelo portal Terra, revela que 74% das pessoas já deixaram de consumir alimentos de um estabelecimento ou marca que não é considerado sustentável.

Então, isso significa dizer que empresas que apostam na união entre agricultura sustentável e produção de alimentos e noutras práticas conscientes, são mais benquistas pelos consumidores, aumentando assim o seu valor.

Relacionado: Sustentabilidade dos estabelecimentos é decisiva na avaliação do público

Quais são os benefícios da produção sustentável de alimentos para o planeta?

Duas mãos, uma do lado esquerdo e outra do lado direito da imagem, segurando uma árvore pequena e uma miniatura do planeta Terra

Quando mal executada, a produção alimentar pode contribuir para alterações no clima, destruição de florestas, inutilização de porções de solo, etc.

Contudo, quando as práticas sustentáveis na produção de alimentos são respeitadas, podemos observar uma maior atenção à preservação dos recursos naturais, redução da emissão de gases do efeito estufa, proteção da biodiversidade, etc.

Por tudo isso, a produção sustentável de alimentos não deve ser um objetivo apenas das empresas que produzem e distribuem alimentos, mas de todos. Afinal, esse é um tema caro ao planeta, a nossa casa comum!

LEIA MAIS

 

  1. Carbono zero na indústria de carnes
  2. ESG: O que é, como se certificar e quais os benefícios à indústria
  3. Agenda ESG: Q&A FiSA aborda as práticas na indústria de ingredientes
  4. ESG: Impactos e responsabilidades para a indústria
  5. 'Crédito Verde': ações sustentáveis rendem incentivos à indústria
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar