Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Sustentabilidade na pesca selvagem garante ingrediente certificado

Sustentabilidade na pesca selvagem garante ingrediente certificado.png
Colágeno obtido a partir de pesca selvagem sustentável, que permite a reprodução saudável dos peixes, não prejudica outras espécies e o habitat marinho.

As indústrias e os consumidores estão cada vez mais atentos às práticas sustentáveis, desde a matéria-prima. A pesca é um dos pontos de atenção, principalmente a pesca selvagem, que deve ser rastreável e não interferir no ciclo natural das espécies.

Como líder mundial em soluções à base de colágenos, a Rousselot tem diversos produtos e iniciativas pautados na sustentabilidade. Um desses produtos é o Peptan Marine, um colágeno 100% proveniente de peixe branco marinho obtido por meio de pesca selvagem.

Oferecer um produto com colágeno proveniente de pesca selvagem é estar alinhado com as demandas do mercado. Segundo uma pesquisa da Ipsos para a Rousselot, os lançamentos de produtos com colágeno proveniente de peixe selvagem do oceano aumentaram até 70% entre 2018 e 2019.

"Equilibrar o uso de colágeno de peixes de aquacultura com colágeno de peixes selvagens totalmente rastreável pode ajudar as marcas a garantirem a sustentabilidade de nossos oceanos e a disponibilizar produtos de colágeno premium a uma população em crescimento", disse Sara De Pelsmaeker, do desenvolvimento de negócios globais, da Rousselot Saúde e Nutrição, ao anunciar o lançamento do Peptan Marine.

Apesar de ser obtido de pesca selvagem, o Peptan Marine é totalmente rastreável. Esse aspecto é fundamental atualmente quando o assunto é sustentabilidade. O processo de produção do colágeno marinho é rastreado da pesca à fábrica. E tudo isso é auditado por Organismos de Avaliação da Conformidade (OAC) independentes.

"Nós produzimos produtos e soluções de fontes sustentáveis, temos uma grande preocupação com a origem das nossas matérias-primas, das nossas embalagens e de todos os serviços que sustentam nossas operações", afirmou Andréa Moura, diretora de vendas e marketing América Latina da Rousselot, em evento digital da Food Ingredient South America sobre a responsabilidade social da empresa.

O colágeno marinho da Rousselot tem ainda características sustentáveis que vão além da pesca selvagem e rastreabilidade. O Peptan Marine é produzido sem engenharia genética e é 100% livre de antibióticos, hormônios e conservantes.

O gerente de segurança, saúde e meio ambiente da Rousselot, Fábio Gonçalves, explicou ao Food Connection, que a empresa também se propõe a ter uma produção de colágeno sustentável no que diz respeito ao uso de água e de energia.

"Temos como meta reduzir em 5% o consumo até 2025. A empresa busca aplicar as melhores e mais eficientes tecnologias para continuar melhorando os seus processos. Em síntese, a empresa busca produzir mais com menos, ao mesmo tempo que busca também melhorar a qualidade dos seus produtos", afirmou Gonçalves.

Certificação

A sustentabilidade desse produto Rousselot é garantida pelo certificado pelo Marine Stewardship Council (MSC), uma organização não governamental sem fins lucrativos que atua em prol da pesca sustentável.

Ter esse selo significa que o Peptan Marine foi produzido a partir de uma pesca que assegura a continuidade produtiva e saudável dos peixes. A certificação também indica que outras espécies e o habitat marinho não foram prejudicados. E, claro, aponta que a legislação foi respeitada.

"Ser sustentável é tanto quanto a quantidade que é retirada do mar, mas também o quanto isso traz de sustentabilidade para os pescadores que estão ali ao entorno dessas áreas produtivas", explicou Ana Cristina Correa de Faria, gerente de desenvolvimento de negócios de saúde e nutrição da Rousselot, em evento digital da Fisa, Suppliers Day.

Assim, vale lembrar que produtos que levam Peptan Marine em sua composição também estão autorizados a colocar o selo azul em seus rótulos, após se cadastrarem na MSC. O que se torna um diferencial no mercado e facilita a procura dos consumidores por itens sustentáveis.

Selo azul

O MSC é uma certificação de pescarias de peixe selvagem e etiquetagem ecológica, que cumpre com os requisitos de boas práticas da Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (UNFAO) e ISEAL, a Associação Global para Padrões de Sustentabilidade.

Segundo a organização, é o único programa internacional de rastreabilidade da cadeia de abastecimento de produtos marinhos certificados. Os peixes e mariscos que levam o selo azul podem ser rastreados até ao oceano, onde são capturados de modo sustentável e certificado.

 

LEIA MAIS:

Conheça as ações sustentáveis que estão mudando o setor lácteo

Produção de peixes e pescados: conheça as tecnologias que auxiliam o setor

Peptídeos de colágeno Peptan® na saúde e envelhecimento

Tendências para o mercado de ingredientes em 2022

[WHITE PAPER] Sustentabilidade na cadeia alimentícia

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar