Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Aprenda como abrir uma sorveteria em 12 passos: conheça órgãos fiscalizadores e leis essenciais

Video-Aprenda como abrir uma sorveteria em 12 passos: conheça órgãos fiscalizadores e leis essenciais

Para abrir uma sorveteria no Brasil, é necessário registrar a empresa em órgãos fiscalizadores. Além disso, ter um plano de negócio detalhado, ter um cardápio diversificado e investir em marketing são outras estratégias complementares essenciais. Veja detalhes sobre o processo a seguir.

Você sabe como abrir uma sorveteria? O mercado de sorvetes tem oferecido grandes oportunidades de negócio. 

Segundo a pesquisa "O sorvete quer falar", elaborada pelo Food Connection em parceria com a ABRASORVETES e a AGAGEL, 55,4% dos empresários pretendem investir até 500 mil reais em 2024

Ou seja, estamos diante de um mercado com grande potencial de crescimento. Por isso, neste conteúdo, você vai conferir tudo que precisa saber para iniciar seu negócio de sorvetes com confiança e potencializar suas chances de sucesso. 

Confira a seguir como aproveitar as oportunidades desse mercado em expansão.

Relacionado: Indústria do sorvete no Brasil: pesquisa revela setor aquecido e novos investimentos

O que é necessário para abrir uma sorveteria

Se você deseja saber como abrir uma sorveteria, deve ter em mente que o primeiro passo é registrar a empresa

Segundo o administrador de empresas Mateus de Souza, para dar entrada no registro, é necessário contratar um contador. O profissional vai auxiliar na escolha da forma jurídica mais adequada para o projeto.

Apesar das sorveterias estarem dispensadas do registro ou da autorização de funcionamento específico, é necessário seguir algumas etapas importantes.

“Em relação ao registro, o proprietário deve procurar a junta comercial. Depois, é preciso ir à Secretaria da Receita Federal para dar entrada no CNPJ da empresa. Também é importante ir a Secretaria Estadual de Fazenda e a Prefeitura para tirar o alvará de funcionamento”, orienta.

Outra orientação é fazer o enquadramento na entidade sindical patronal e o cadastramento junto à Caixa Econômica Federal

Também é preciso cadastro no sistema Conectividade Social INSS/FGTS. Além disso, há necessidade de solicitar uma vistoria do Corpo de Bombeiros Militar.

Veja como abrir uma sorveteria passo a passo

funcionário de sorveteria pegando sorvete de massa exposto no balcão com colher de sorvete

Na hora de abrir uma sorveteria, mesmo que pequena, é importante pensar em como vão ser as etapas e se questionar coisas como: vou fabricar ou vou contar com uma fábrica de sorvetes?

Para isso, o ideal é seguir algumas estratégias fundamentais que podem ajudar bastante nesse processo inicial. Confira agora alguns passos necessários:

1. Comece pela criação do plano de negócios

O primeiro passo para abrir uma sorveteria é criar um plano de negócios detalhado. Isso envolve realizar uma pesquisa de mercado abrangente para entender a demanda por sorveterias na região em que você pretende estabelecer o negócio.

Por exemplo, você vai abrir uma franquia de sorvete ou vai ser um negócio do zero? Outra questão que deve ser pensada é quanto custa para abrir uma sorveteria? É um alto investimento?

Para iniciar seu negócio é importante definir alguns pontos, como:

  • Conceito da sua sorveteria;
  • faça um levantamento dos custos de abertura e de operação da sorveteria;
  • elabore estratégias de marketing e divulgação para atrair clientes;
  • faça previsões financeiras para os primeiros anos de funcionamento.

2. Estabeleça e analise quem são seus concorrentes

Na hora de conhecer os concorrentes é fundamental analisar os seguintes pontos:

  • Verifique se há concorrência direta ou indireta;
  • avalie quais os pontos fortes e fracos deles;
  • observe preços, variedade de produtos e atendimento;
  • identifique oportunidades de melhoria;
  • explore nichos de mercado não atendidos.

Relacionado: Sorvetes salgados são uma das novas apostas do setor sorveteiro

3. Entenda qual é a melhor localização para a sorveteria

Já na etapa de escolha da localização é essencial considerar a visibilidade, acessibilidade, fluxo de pessoas e concorrência ao selecionar o local. Além disso, tem outras coisas para ficar de olho também:

  • Escolha áreas com circulação de pedestres;
  • avalie o custo do aluguel e a infraestrutura;
  • verifique se atende às exigências legais e sanitárias;
  • analise a concorrência local e busque um diferencial.

4. Monte o cardápio

Considere os resultados da pesquisa de mercado para identificar os sabores mais populares e preferências dos clientes. Para isso:

  • Ofereça uma variedade de opções, como sorvetes tradicionais, sabores exclusivos, opções veganas e sem lactose;
  • inclua também acompanhamentos, coberturas, milkshakes e sobremesas relacionadas;
  • certifique-se de oferecer opções para diferentes gostos e restrições alimentares.

cliente comendo sorvete de baunilha com morango em taça de vidro

5. Considere as sazonalidades

Antes de abrir uma sorveteria, é fundamental analisar a questão da sazonalidade, um dos maiores desafios enfrentados pela indústria de sorvetes no Brasil. 

De acordo com a pesquisa “O sorvete quer falar”, 56,7% dos entrevistados identificam a sazonalidade como um problema significativo. 

Isso é corroborado pela diversidade de estados que apontam esse desafio, como Rio Grande do Sul (9,3%), São Paulo (6,4%), e Espírito Santo (4,6%).

Sendo assim, considerar a sazonalidade no planejamento da sorveteria garante:

  • Estabilidade e sucesso do empreendimento;
  • a gestão eficaz dos recursos;
  • a adaptação do negócio às variações de demanda ao longo do ano.

6. Defina quais serão os fornecedores

Estabelecer alianças com fornecedores confiáveis é fundamental para assegurar a excelência dos ingredientes, insumos e equipamentos utilizados na sorveteria. Para isso, siga estas etapas:

  • Faça uma pesquisa e analise quais fornecedores são confiáveis;
  • priorize produtos de alta qualidade e preços competitivos;
  • considere a proximidade geográfica para entrega rápida;
  • mantenha um bom relacionamento para facilitar a reposição de estoque;
  • tenha sempre mais de um fornecedor para garantir o abastecimento e a competitividade.

7. Compre os equipamentos mais importantes para começar

Investir em equipamentos para sorveteria é importante para o funcionamento eficiente do empreendimento, portanto:

  • Adquira máquinas de sorvete, freezers e balcões refrigerados;
  • verifique se os equipamentos atendem às normas de segurança e higiene;
  • considere capacidade de produção, durabilidade e custo-benefício.

8. Contrate e treine seus funcionários

Ao capacitar sua equipe, você consegue oferecer um atendimento de qualidade e operação ainda mais eficiente na sorveteria. Para isso, o ideal é:

  • Contratar funcionários qualificados;
  • oferecer treinamentos regulares;
  • incentivar o bom atendimento ao cliente;
  • manter a equipe motivada e engajada.

9. Invista na divulgação online do seu negócio

Promover sua sorveteria na internet pode auxiliar na hora de atrair o público e aumentar as vendas. Algumas estratégias para isso, são:

  • Criar perfis nas redes sociais;
  • investir em anúncios pagos;
  • manter um site atualizado;
  • utilizar estratégias de marketing digital.

10. Considere abrir um e-commece delivery

Oferecer serviço de entrega pode expandir seu alcance e aumentar a conveniência para os clientes. Siga as etapas:

  • Crie uma plataforma online;
  • integre sistemas de pagamento seguros;
  • organize uma logística eficiente;
  • escolha boas embalagens;
  • divulgue o serviço de delivery.

11. Monitore de perto tendências e novidades

Manter-se atualizado com as tendências do mercado ajuda a inovar e atrair mais clientes. Veja como se manter atualizado:

  • Acompanhe as novidades do setor;
  • participe de eventos e feiras;
  • adapte seu menu às novas tendências;
  • ouça o feedback dos clientes.

Relacionado: Descubra quais são as tendências de sorvete em 2024 com base nas necessidades do consumidor moderno

12. Mantenha-se em conformidade às legislações

Estar em conformidade com todas as leis e regulamentos é importante para operar legalmente e evitar multas. Fique atento a estas práticas:

  • Mantenha-se atento às leis sanitárias;
  • siga as normas de segurança alimentar;
  • atualize-se sobre mudanças na legislação;
  • mantenha toda a documentação em dia.

Quer saber mais sobre a legislação antes de abrir uma sorveteria? Então, assista o vídeo abaixo: 

Qual legislação seguir?

Além de ficar atento à Lei que institui as Normas Básicas sobre Alimentos, se você quer saber como abrir uma sorveteria, deve também prestar atenção nas principais leis que regem esse negócio:

Lei nº 7967

A Lei nº 7967, de 22 de dezembro de 1989, é fundamental para assegurar que todos os estabelecimentos que manipulam alimentos mantenham altos padrões de higiene e segurança alimentar.

Código de Defesa do Consumidor

O Código de Defesa do Consumidor (CDC), Lei nº 8.078, o CDC, é um conjunto de normas que visam proteger os direitos dos consumidores. 

Para uma sorveteria, isso inclui garantir a qualidade dos produtos, a transparência nas informações sobre os ingredientes e a procedência dos alimentos.

Portaria nº 1.428 

A Portaria nº 1.428 regulamenta e prevê diretrizes gerais para estabelecer boas práticas de produção e prestação de serviços na área de alimentos. 

Ela fornece orientações detalhadas sobre os procedimentos, abrangendo desde a higiene pessoal dos funcionários até os processos de armazenamento e manipulação de alimentos.

Resolução RDC nº 275

A Resolução RDC nº 275, de 21 de outubro de 2002, estabelece as diretrizes técnicas para procedimentos operacionais padronizados em estabelecimentos que produzem e industrializam alimentos. Além disso, oferece uma lista de verificação das boas práticas de fabricação para estabelecimentos de alimentos.

Resolução RDC nº 175

A Resolução RDC nº 175, de 8 de julho de 2003, estabelece regras para verificar a presença de partículas prejudiciais à saúde em alimentos embalados.

Lei nº 123/2006

A Lei nº 123/2006 institui um tratamento simplificado, diferenciado e favorecido para as Micro e Pequenas Empresas (MPEs). 

Ela estabelece medidas para promover o desenvolvimento e a competitividade das MPEs, como benefícios fiscais, simplificação de processos, acesso facilitado a crédito e mercado.

Quais são os documentos necessários para abrir uma sorveteria?

Abrir um empreendimento requer o cumprimento de algumas obrigações legais. A seguir, vamos explicar sobre os documentos necessários para iniciar uma sorveteria: 

  • CNPJ: o primeiro passo para abrir uma sorveteria é obter um Cadastro Nacional da Pessoa Jurídica, registro que identifica a empresa junto à Receita Federal do Brasil. É necessário para fins fiscais, tributários e de formalização do negócio;
  • Registro na Junta Comercial: processo que envolve o arquivamento dos atos constitutivos da sociedade, como contratos sociais ou estatutos, fundamental para a legalização da empresa;
  • Alvará de funcionamento: documento emitido pela prefeitura local que autoriza o estabelecimento a operar. Ele é necessário para comprovar que a sorveteria atende a todas as normas e regulamentos municipais;
  • Cadastro na Caixa Econômica Federal: é importante para que a empresa possa operar com transações financeiras, como abertura de conta bancária empresarial, recebimento de pagamentos e cumprimento das obrigações fiscais e trabalhistas;
  • Certificado de segurança: documento que atesta que o estabelecimento segue as normas de segurança estabelecidas pelas autoridades competentes;
  • Alvará sanitário: emitido pela vigilância sanitária, comprova que a sorveteria cumpre as normas de higiene e saúde exigidas para o seu funcionamento.

funcionário colocando bola de sorvete em cone

Onde solicitar os registros necessários para abrir uma sorveteria? 

De acordo com o administrador de empresas Mateus de Souza, informações detalhadas sobre a legislação e a obtenção dos registros necessários de como abrir uma sorveteria podem ser obtidas no Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento e no site da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

Outra dica importante do administrador de empresas é quanto a manipulação e a montagem dos cardápios alimentares.

“É preciso cuidado ao escolher os profissionais que vão trabalhar com a manipulação e a montagem dos cardápios. A Resolução CFN nº 218, de 25 de março de 1999, do Conselho Federal de Nutricionistas (CFN), estabelece os critérios relativos à responsabilidade técnica exercida pelo nutricionista, seu compromisso profissional e legal na execução de suas atividades.”

Abrir uma sorveteria lucrativa exige um planejamento cuidadoso e atenção aos detalhes. Comece com a legalização do negócio, incluindo registros e alvarás necessários. Um plano de negócios sólido, que inclua pesquisa de mercado, análise de concorrentes, escolha da localização e criação de um cardápio diversificado.

Além disso, invista em equipamentos adequados, fornecedores de qualidade, utilize estratégias de marketing digital e considere oferecer serviços de delivery para expandir seu alcance.

Apesar dos desafios relacionados a abrir uma sorveteria, seja ela pequena ou grande, o mercado mostra que há espaço para novos negócios prosperarem. Com uma abordagem bem planejada e executada, é possível ter um negócio lucrativo e sustentável.

LEIA MAIS

  1. Crise de cacau: desafios para o setor de sorvetes
  2. Sabores do Brasil invadem a Fispal Sorvetes 
  3. Ideias para sorveteria no inverno: como atrair e encantar os consumidores na estação mais fria do ano
  4. Marcas adotam ingredientes plant-based, vitaminas, fibras e proteínas na formulação de sorvetes e gelatos 
  5. Como armazenar sorvete da forma adequada em sua sorveteria?
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar