Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Você sabe o que é Shelf Life? Aprenda a calcular prazos de validade

Article-Você sabe o que é Shelf Life? Aprenda a calcular prazos de validade

shelf-life.jpg

O Shelf Life é o período em que um alimento pode ser armazenado antes de perder suas propriedades ou se tornar impróprio para consumo. Segundo a Anvisa, o cálculo pode ser feito a partir do método direto ou indireto. Entenda sua importância e como realizar a mensuração a seguir.

Você sabe o que é Shelf Life? O termo significa "vida útil" e a Agência Nacional de Vigilância em Saúde (Anvisa) aborda como um aspecto fundamental na determinação do prazo de validade de alimentos, considerando os fatores intrínsecos e extrínsecos que afetam a validade dos produtos.

A agência destaca a importância de estudos de estabilidade, testes acelerados e modelagem preditiva do crescimento de bactérias para estimar a vida útil dos produtos no food service.

Entender o conceito de vida útil de um produto é essencial para garantir a qualidade dos alimentos, evitar desperdício e prevenir problemas de saúde nos consumidores.

Relacionado: [Ebook] Gestão de recursos no food service para melhorar o lucro

O que é Shelf Life?

O Shelf Life, ou vida útil na tradução em português, é um termo utilizado para descrever o tempo que um alimento pode ser armazenado antes de se tornar impróprio para o consumo ou perder suas propriedades desejáveis.

A definição e o conceito desse termo é fundamental para determinar por quanto tempo um produto pode ser mantido, sem perder sua qualidade.

Existem dois tipos principais de Shelf Life: o microbiológico e o sensorial. 

  • O microbiológico garante que o alimento não apresente riscos à saúde do consumidor devido à proliferação de bactérias, fungos ou outros microrganismos;
  • O sensorial refere-se à manutenção das características do alimento, como aroma, sabor, textura e aparência. 

Para que o Shelf Life serve?

chef de restaurante salpicando ingrediente em bowl com as mãos

Determinar o tempo de prateleira serve para garantir a qualidade e segurança do alimento até chegar às mãos dos consumidores.

A vida útil é determinada pela capacidade de manter suas características originais e permanecer adequado para o consumo. Por serem produtos sujeitos à deterioração ao longo do tempo, é natural que suas propriedades decaiam conforme o passar do tempo. 

Portanto, monitorar e controlar a validade desses produtos é fundamental para reduzir desperdícios e assegurar que as refeições cheguem aos consumidores em condições ótimas, o que também influencia a reputação do estabelecimento.

Além disso, calcular a vida útil do produto possibilita uma gestão de estoque mais eficiente e estratégias de venda mais precisas. 

Relacionado: Gestão no food service: Operações eficientes e ágeis para expandir

Como calcular o Shelf Life de alimentos?

Saber como calcular o Shelf Life é uma etapa essencial para garantir a qualidade e a segurança dos alimentos. 

Existem diferentes abordagens e métodos para determinar o período de validade de um produto, segundo as normas da Anvisa. Vamos conferir alguns abaixo:

Baseado em razões de segurança

O cálculo da vida útil do produto, com base em razões de segurança, envolve considerar a estabilidade microbiológica e química do produto

Uma dúvida comum é como fazer teste de Shelf Life. Uma das formas é por meio de testes laboratoriais para avaliar a presença de microrganismos nocivos e possível formação de substâncias tóxicas ao longo do tempo

Baseado na deterioração do alimento

Outra abordagem é considerar a deterioração física, química e sensorial do alimento ao longo do tempo

Nesse caso, são realizados testes de:

  • análise sensorial;
  • medições de pH;
  • análises de textura e outras avaliações. 

Baseado em questões de saúde

Além disso, o cálculo também considera questões de saúde, como a presença de alérgenos e substâncias potencialmente prejudiciais

As análises são realizadas para identificar ingredientes alergênicos e contaminantes. Isso garante:

  • boa experiência do consumidor;
  • segurança para clientes com diferentes necessidades dietéticas;
  • evita riscos para aqueles com alergias alimentares ou outras condições de saúde.

Métodos diretos

Os métodos diretos para calcular envolvem a realização de testes específicos no produto ao longo do tempo de armazenamento

Isso pode incluir análises:

  • microbiologia do alimento;
  • testes de estabilidade;
  • análises sensoriais.

Métodos indiretos

Já os métodos indiretos utilizam modelos matemáticos e estatísticos para prever a vida útil do produto com base em dados históricos e características do produto. 

Esses modelos consideram fatores como:

  • temperatura de armazenamento
  • umidade relativa
  • composição do produto
  • embalagem para estimar o tempo necessário para o alimento atingir vida útil.

Modelo preditivo

O modelo preditivo é uma abordagem comum para calcular o Shelf Life, especialmente em produtos que têm uma longa história de armazenamento e dados disponíveis.

Esses modelos combinam informações sobre:

  • composição do produto;
  • condições de armazenamento;
  • dados de estudos anteriores para prever a vida útil do produto. 
  • Quais fatores afetam o tempo de prateleira de um produto?

O tempo de prateleira de um produto alimentício pode ser influenciado por uma série de fatores. Os principais são:

  • Condições de armazenamento: o controle adequado das condições de armazenamento, como temperatura, luz e umidade, é essencial para evitar a proliferação de microrganismos, oxidação e outros processos de deterioração;
  • Composição do produto: alimentos com alto teor de açúcar, baixo teor de água e pH ácido tendem a ter uma vida útil mais longa. Já alimentos com alto teor de água e nutrientes podem ser mais suscetíveis à deterioração microbiológica;
  • Processamento e embalagem: são essenciais para prolongar o tempo de prateleira de um produto, reduzindo a carga microbiana e protegendo contra contaminação, oxidação e perda de umidade.

Além desses fatores, outros elementos, como higiene durante a produção, o manuseio adequado dos alimentos, a análise microbiológica e os testes de estabilidade, também podem influenciar o tempo de prateleira de um produto alimentício.

Relacionado: Qual a influência da data de validade no consumo de alimentos? 

Vantagens

Para empresas do food service

  • Prolonga a vida útil dos produtos e permite maior janela de tempo para distribuição, comercialização e venda;
  • Reduz o desperdício de produtos e evita perdas financeiras;
  • Contribui para a reputação da empresa, que oferece produtos frescos e de qualidade aos consumidores;
  • Ajuda a atender às regulamentações e padrões de segurança alimentar.

Para consumidores

  • Garante a segurança alimentar;
  • Permite a compra antecipada de produtos, facilita o planejamento das refeições em casa e evita a falta de itens essenciais;
  • Oferece produtos frescos e de qualidade e mantém características sensoriais como sabor, textura e aparência;
  • Permite aproveitar promoções e descontos sem se preocupar com a validade dos produtos adquiridos;
  • Contribui para uma alimentação mais saudável e permite o consumo de produtos frescos por um período maior.

mesa de restaurante com louças em evidência

Como assegurar o Shelf Life de um produto?

Assegurar a vida útil de um produto é essencial para garantir sua qualidade e segurança ao longo do tempo. Confira algumas formas de fazer Shelf Life e garantir durabilidade do produto:

  • Escolha embalagens adequadas;
  • Cuidado no processamento logístico;
  • Organize uma rotulação clara;
  • Garanta armazenamento adequado;
  • Atenção ao guia de shelf life da Anvisa.

Entender como o Shelf Life funciona possibilita a adoção de medidas que minimizem o desperdício, os riscos de intoxicação alimentar e asseguram o comércio de produtos em longas distâncias, garantindo maior satisfação do consumidor e maior desempenho econômico para as empresas.

 

LEIA MAIS

  1. Planejamento de cardápio: quais as etapas e como elaborar?
  2. Equipamentos inteligentes: tendências para cozinhas 4.0
  3. Food service 2024: fique por dentro das principais tendências para o setor
  4. Gestão de restaurante: 6 dicas práticas para melhorar o seu negócio e fidelizar os clientes 
  5. Como franquear seu negócio de alimentação?
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar