Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Hospitalidade no food service: o que os restaurantes podem aprender com a hotelaria

hospitalidade-food-service.jpg
Os restaurantes podem aprender com a hotelaria sobre a hospitalidade no food service. Leia o nosso artigo e veja como se reinventar na retomada dos estabelecimentos

Os últimos meses foram conturbados para os restaurantes, que tiveram que apostar no delivery e operar de portas fechadas. No entanto, com a flexibilização das atividades e a desaceleração da pandemia da Covid-19, os estabelecimentos podem voltar a abrir as portas, aos poucos. Nessa retomada, uma nova tendência está surgindo, a hospitalidade no food service.

Esse é um conceito já muito praticado pelos hoteleiros e agora começa a ganhar força nos restaurantes, que precisam reconquistar os seus clientes. Conversamos com a consultora de hotelaria Leandra Cardoso, que explicou mais sobre o assunto. Confira!

A hospitalidade na hotelaria

Para Leandra, a hospitalidade é um princípio básico para o setor hoteleiro, indo muito além do simples ato de receber pessoas. Nas palavras da consultora: “a hospitalidade não se caracteriza apenas em hospedar pessoas, prestar um serviço. O conceito envolve toda uma infraestrutura para informar, entreter e receber bem os hóspedes no hotel ou pousada, para que ele fique tão à vontade como ficaria na casa de um amigo próximo”.

De tal maneira, podemos entender que, na hotelaria, a hospitalidade envolve o trato com os clientes, o acolhimento gentil e respeitoso, bem como a prestação de serviços e consultorias.

Medidas de segurança que estão sendo tomadas pelos hotéis para evitar a Covid-19

Leandra afirma que, assim como os restaurantes, os hotéis também tiveram meses muito difíceis. Muitas viagens de férias e de trabalho foram canceladas e as reservas de meses foram suspensas ou adiadas. A consultora explica que, gradualmente, os hotéis estão voltando a receber hóspedes com mais frequência, principalmente por conta da retomada gradual do setor de turismo.

Para acolher os hóspedes nesse momento, Leandra diz orientar os hoteleiros a tomarem algumas medidas protetivas: “Uma das principais ações a ser feita é disponibilizar álcool em gel no hall de entrada, nos quartos e em áreas comuns do hotel. Também é importante orientar os hóspedes a manter o distanciamento entre pessoas. Já o café da manhã e outras refeições, em alguns locais, já pode ser servido em buffet, com todas as medidas protetivas, mas deve-se manter a opção de receber as refeições no quarto".

Todas essas medidas são necessárias, mas os cuidados estão sendo tomados, sem que se perca o afeto e as características básicas da hospitalidade, que é característica em restaurante de hotel.

Hospitalidade no food service: o que os restaurantes podem aprender com a hotelaria

A hospitalidade no food service pode ser desenvolvida se inspirando no modo de atendimento já praticado em restaurantes de hotel e na hotelaria, de modo geral.

A ideia é fazer com que os clientes dos restaurantes se sintam acolhidos no restaurante, que precisa passar a imagem de ser um local seguro. “Vejo os restaurantes de food service como um local de passagem, em que as pessoas iam, faziam as suas refeições e voltavam para o trabalho ou outra atividade. Agora é diferente! Muitas empresas devem continuar trabalhando em home office e as idas a esse tipo de estabelecimento tendem a se tornar mais experiências sociais ou atividades de lazer, do que uma mera necessidade”, explica Leandra.

Nesse sentido, a consultora salienta que os restaurantes, assim como os hotéis, deverão se tornar mais receptivos. Além de todas as medidas protetivas para evitar a disseminação do novo coronavírus, que todos já estão investindo, é preciso qualificar o atendimento.

“Garçons, atendentes e outros colaboradores devem ser treinados para receber bem os clientes, orientar sobre o funcionamento da casa, explicar sobre os pratos, demonstrar que os hábitos de higiene foram reforçados, entre outros pontos. Eles devem fazer com que as pessoas se sintam bem por estar ali, que percebam que estão seguras e entre amigos. Isso é importante para atrair consumidores enquanto não acabar a pandemia”.

Para reconquistar os clientes, portanto, investir na hospitalidade no food service é necessário. Receba a todos muito bem, sendo mais consultivo e receptivo, para que as pessoas possam ter excelentes experiências no seu restaurante, sem se sentirem amedrontadas ou inseguras.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar