Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

rastreabilidade caren.jpg

A importância da rastreabilidade para produtos cárneos

A rastreabilidade para produtos cárneos se tornou uma necessidade dentro do setor. Saiba mais sobre sua importância e conheça as tecnologias a ela associadas.

A segurança do alimento vem sendo motivo de muita preocupação para produtores, indústrias, setor público e consumidores. Neste sentido, a rastreabilidade para produtos cárneos tem ganhado cada vez mais importância e mais espaço.

A rastreabilidade para produtos cárneos caminha a passos largos e começa a contribuir para a melhora da cadeia como um todo. Afinal, só se pode evoluir quando se conhece o produto gerado ao final do processo.

Saiba mais sobre a rastreabilidade de carnes e sua importância para cada um dos elos dessa gigantesca cadeia e veja as oportunidades e desafios para sua melhor utilização.

Rastreabilidade para produtos cárneos: o que é?

Hoje podemos dizer que temos o consumidor 4.0. Ele é moderno, digital e cada dia mais sofisticado - e cada um com suas características e suas preferências. Assim, surge a pergunta para o setor produtivo:

Como se preparar para atender esse novo consumidor, conquistando a sua fidelidade?

Segundo Flavio Redi, CEO e Founder da Ecotrace Solutions, a única maneira para fazer isso é aplicando a tecnologia da rastreabilidade. “Essa tecnologia precisa garantir a transparência em todos os processos de produção e transformação do produto".

Neste sentido, Redi explica que no âmbito da indústria de alimentos, a rastreabilidade significa permitir, rapidamente, o resgate do histórico do produto em todas as fases do processo de produção.

A rastreabilidade acompanha a carne do campo ao prato, atuando como mecanismo fundamental na segurança alimentar do consumidor final”, explica.

Dessa forma, a rastreabilidade para produtos cárneos ou qualquer outro produto pode ser definida como sendo a correspondência única entre uma referência e um produto, identificado por lote ou individualmente.

Funcionamento simples, mas de grande importância ao setor

Na teoria, a implantação de um programa de rastreabilidade é bastante simples. Tudo é baseado na atribuição de um código de identificação único, de padrão internacional, para cada animal.

O animal é registrado em um banco de dados, no qual deverão ser armazenadas todas as informações relevantes à segurança alimentar que ocorrerem durante sua vida, do nascimento, passando pelo frigorífico, e chegando até sua entrega ao consumidor final.

Com isso, a qualquer momento, se ocorrer uma anormalidade com esse animal ou com um corte de sua carne, por meio da identificação padronizada, será possível rápida e eficazmente consultar o seu histórico (rastros), para assim obter informações que permitirão a identificação da causa da anormalidade e a tomada de ações para a solução do problema.

Mas, para que a rastreabilidade para produtos cárneos atinja os resultados esperados, Redi salienta que a tecnologia se torna fundamental. “O correto conjunto de tecnologias ajudará a resolver os pontos sensíveis da rastreabilidade e da segurança alimentar

Entre essas tecnologias Flávio Redi cita a IoT, Inteligência Artificial e Blockchain;

  • IoT - são utilizados os sensores, leitores e etc.. Eles são responsáveis por realizar a coleta automatizada dos dados;
  • Inteligência Artificial – são utilizados para acompanhar todos os dados que são constantemente coletados;
  • Blockchain – tecnologia adotada visando garantir que os dados não são alterados ou fraudados.

Segundo ele, esse conjunto de tecnologias, quando aplicados a favor da rastreabilidade, permite trazer mais transparência a todo processo, desde a origem até o consumidor final.

Flávio Redi complementa: “Essas tecnologias proporcionam também agilidade nos processos que, na maneira convencional, eram mais burocráticos do ponto de vista de rechecagens e conferências em pontos específicos”.

Desafios da implementação da rastreabilidade para produtos cárneos

Diversas pesquisas apontam que daqui a alguns anos, o Brasil será o maior fornecedor de alimentos para o mundo. Com isso, o especialista diz que existe uma grande oportunidade no agronegócio em vários aspectos e certamente a rastreabilidade ganhará ainda mais importância nesse cenário.

Porém, mesmo diante das grandes oportunidades que o futuro reserva ao setor, há alguns desafios importantes que precisam ser superados, como explica Redi.

Um dos principais desafios está relacionado às empresas que precisam entender que o mundo mudou, e essa nova geração, chamada de consumidor 4.0, vai utilizar da tecnologia para saber tudo sobre aquele produto que estão comprando”.

Além disso, a rastreabilidade trará benefícios importantes para toda a cadeia onde os programas de rastreabilidade se configuram como as únicas ferramentas eficazes para a perfeita identificação de possíveis fontes causadoras de problemas.

Por fim, é importante que a indústria entenda que o objetivo da rastreabilidade não é mais criar uma diferenciação para se conseguir melhores preços, mas, sim, atender a uma exigência do mercado, seja ele nacional ou de exportação.

TAG: Tecnologia
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar