Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

mercado aves.jpg

Mercado de aves: oportunidades e desafios para a produção

O mercado de aves oferece muitas oportunidades ao avicultor, mas tem também alguns desafios. Saiba quais são e veja como aumentar a produção.

A cadeia produtiva aves é uma das mais importantes dentro do agronegócio brasileiro. O uso intensivo de tecnologias e o excelente status sanitário posicionou o mercado de aves brasileiro como um dos principais fornecedores mundiais dessa carne.

Além disso, a avicultura brasileira vem passando por um processo de transformação tecnológica nos últimos anos e isso vem trazendo muitas oportunidades ao setor, mas traz também muitos desafios que precisam ser superados para elevar ainda mais a eficiência do mercado de aves brasileiro.

Veja como está o mercado de aves no Brasil e saiba quais são as oportunidades e desafios desse setor para os próximos anos.

Números do mercado de aves no Brasil

A avicultura brasileira evoluiu muito nos últimos anos e para Dirceu Talamini, pesquisador da área de socioeconomia da Embrapa Suínos e Aves, isso vem impactando na produção de carne de aves no país.

O Brasil, terceiro maior produtor mundial e maior exportador de carne de aves, tem apresentado excepcional crescimento na sua produção. Nossa moderna avicultura tinha em 1975 uma produção de 375 mil toneladas, cresceu rapidamente atingindo 13,2 milhões de toneladas em 2019. Isso mostra o fenomenal crescimento de 3.446% no período”, explica.

Segundo o pesquisador, essa produção atende o consumo interno e permite exportações que representam entre 30 e 35% da produção. Talamini explica ainda que a conquista e manutenção de mercados externos é um objetivo importante para o desenvolvimento das cadeias produtivas.

Existe uma certa complementariedade entre a exportação e o mercado interno, com o mercado interno sendo o amortecedor que aumenta ou diminui o consumo per capita para equilibrar a oferta e a demanda”.

Desafios para aumentar o consumo interno e a exportação

Como vimos, o Brasil, com toda sua experiência de grande exportador, atende os rigorosos padrões do mercado importador internacional, tanto na produção como no processamento, e isso implicou em um expressivo crescimento nos últimos anos.

Porém, mais recentemente o país vem encontrando algumas dificuldades para expandir sua produção, como explica Dirceu Talamini. “Apesar da qualidade e competitividade da sua avicultura o avicultor brasileiro tem encontrado dificuldades para aumentar o consumo interno e também as exportações, e isso vem limitando a expansão da produção”.

Assim, há a necessidade do desenvolvimento de novas estratégias especialmente para aumentar a share do país nas exportações mundiais, visto que o consumo interno se encontra num bom nível.

A ocorrência e evolução da pandemia do COVID-19 é outro motivo de preocupação citado por Talamini para o mercado de aves no país. “Ainda não é possível dimensionar o impacto da pandemia na produção, consumo e exportações da carne de frangos, apesar das indicações de que deve ter um efeito negativo nos negócios que estavam iniciando o ano de 2020 com boa evolução”, explica o pesquisador.

Por outro lado, os surtos na China têm sido positivo para os países produtores e exportadores de proteína animal, caso do mercado de aves brasileiro. “Os surtos de PSA na China ocasionou uma redução de aproximadamente 20 milhões de toneladas do país asiático”.

Segundo Talamini, a carne suína é mais consumida no país asiático e a recuperação da produção suína deve demorar alguns anos, sendo compensada, em partes, pelo crescimento das importações de outras carnes como a bovina, a de frangos e também a de suínos.

Dependendo da retomada do crescimento da economia da China, seu potencial como importador de carnes será imenso e o Brasil pode se beneficiar disso”, complementa o pesquisador.

Marketing, preço e facilidades: os caminhos para o crescimento do setor

Examinando as oportunidades para impulsionar as vendas de carne de frango no mercado de aves brasileiro, diversas avenidas podem ser exploradas. Contudo, o pesquisador da Embrapa salienta que a situação econômica do Brasil ficou preocupante com os gastos tanto para o controle da pandemia quanto para apoiar o consumo das pessoas sem renda e para auxiliar a manutenção das atividades produtivas.

As autoridades brasileiras devem procurar com competência alternativas para superar essa grave crise, principal fator para estimular a produção, o consumo interno e mesmo o comércio internacional do mercado de aves e consumo dessa carne”, acredita Talamini.

Além disso, iniciativas de marketing também contribuem para o crescimento do consumo e principalmente para o fortalecimento de marcas e para ampliação do “Market Share” das companhias.

A carne de frango beneficiou-se das posições da área médica sobre os efeitos da gordura animal e do colesterol e se consolidou como uma carne saudável, branca e magra”, explica o pesquisador.

O menor preço no varejo e a diversidade de cortes e produtos também são fatores que viabilizaram o crescimento do seu consumo, suplantando a carne bovina em termos de consumo per capita e fazendo com que a carne de frango se tornasse a carne mais consumida no Brasil.

A cadeia produtiva do frango também foi muito ágil em se adaptar aos novos padrões da demanda. Talamini explica que o mercado de aves evoluiu da oferta do frango inteiro congelado ou resfriado para oferecer inúmeras opções de partes, fracionamentos e produtos “ready to cook”.

Esta evolução foi possível pelo emprego de embalagens inovadoras, que conservam as qualidades do produto, são atrativas ao consumidor e práticas para o transporte”, diz o pesquisador.

Outro aspecto a ressaltar é a expertise do transporte e distribuição da carne de frangos e dos produtos derivados, adquirida ao longo do tempo. “Isso permite levar o produto a praticamente todas as regiões brasileiras”, finaliza o pesquisador.

TAG: Mercado
Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar