Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

5 dicas para criar um eficiente e-commerce de carnes

5 dicas para criar um eficiente e-commerce de carnes (1).png
Você pretende montar um e-commerce de carnes? Então, confira 5 dicas essenciais que irão ajudá-lo a não errar nesse processo.

Comprar carnes em plataformas online, pagar pela internet e receber os produtos com rapidez e qualidade na comodidade do lar. Parece impossível? Mas não é! Essa é uma realidade que está acompanhando as mudanças no perfil e nas necessidades do consumidor.

No atual momento, o mercado de carnes já está vivendo uma nova experiência: O delivery e o e-commerce de carnes. Em plataformas exclusivas, o consumidor faz o pedido pela internet e recebe o produto no conforto de sua casa.

Mas engana-se quem pensa que essa é uma inovação que surgiu apenas na pandemia. Segundo Tiago Albino, fundador e CEO da Içougue, marketplace que conecta milhares de lojas de carnes aos clientes em todo o Brasil, o delivery e o e-commerce não são as inovações do momento, mas sim as principais necessidades do momento.

“Esses modelos de negócio já existiam pré-pandemia, mas com ela se tornaram ferramentas essenciais para que o consumidor adquira suas carnes e respeite o distanciamento social”.

Por isso, convidamos você a conferir 5 dicas para desenvolver e gerenciar um eficiente e-commerce de carnes.

Faça um planejamento escrito do seu negócio

Antes de iniciar um projeto relacionado ao e-commerce de carnes, cabe ao empreendedor colocar na ponta do lápis todas as questões que envolvem esse novo negócio. Dependendo do modelo de negócio escolhido, não haverá a necessidade de uma estrutura física, como um marketplace de carnes.

O documento de planejamento deve conter informações sobre todas as necessidades do novo negócio, como logística, mercado potencial, tipos de carnes que serão vendidos, área de atuação, tecnologia adotada e valores de investimento.

Saiba como resolver as dores do público que deseja alcançar

Além de priorizar o planejamento inicial de um novo e-commerce, Tiago Albino diz que o empreendedor desse novo negócio deve também resolver as dores do seu público-alvo.

“Devemos resolver uma dor, seja ela de preço, prazo, mix, tempo de entrega ou outra de acordo com o público-alvo que pretendemos alcançar”.

Depois de bem definido o seu público alvo, o empreendedor terá pela frente algumas etapas também importantes como escolha de plataforma, mix de produtos, estoque, preços, logística, fotos das carnes e o mais importante, ações de marketing. “Serão essas ações de marketing as responsáveis por atrair o público para a plataforma de vendas”, diz o CEO do Içougue.

Esteja sempre atento aos erros mais comuns

Se o negócio for bem planejado e gerenciado, as chances de falhas em um e-commerce de carnes serão reduzidas significativamente. Mas mesmo assim, cabe ao empreendedor ter maior atenção a alguns pontos que podem colocar todo o negócio a perder.

Tiago Albino cita o time que vai operar a plataforma como aquele que está mais sujeito às falhas. “Esse time engloba a equipe de marketing, atendimento ao cliente, vendas, logística, etc”, diz.

Além do time da plataforma, o preço é outro ponto citado por Albino que merece maior atenção. “Cabe ao empreendedor se atentar ao que o mercado está praticando e tentar não estar muito acima da média e logística, sempre lembrando que a carne é um produto perecível e não pode ser entregue pelos correios”.

Conheça os desafios e invista em seus diferenciais

A venda de carne possui vários desafios, vendê-la por plataformas virtuais torna o desafio ainda maior, afinal cabe à plataforma vender um alimento perecível (carne) e entregá-lo na casa do comprador com qualidade, bom preço e no tempo hábil. “Há a necessidade de buscar uma boa embalagem e um bom parceiro logístico para fazer esse transporte”, comenta Albino.

O CEO do Içougue explica também que nos dias de hoje, um aplicativo é item fundamental para uma estratégia de venda online de qualquer produto, inclusive carnes.

“Atualmente, só o site não agrada mais o público, é preciso um APP (Google Play e Apple Store) para oferecer mais uma opção ao cliente”.

Por essa razão, o empresário lembra que será necessário construir um time de tecnologia, pois os problemas daí para frente serão outros, como infraestrutura de servidores, soluções de antifraude, entre outros novos desafios.

Futuro: omnichannel será um grande desafio

Para os próximos anos, o principal desafio do e-commerce de carnes vai ser, na opinião de Tiago Albino, o omnichannel, ou seja, uso da estratégia de uso simultâneo e interligado de diferentes canais de comunicação, com o objetivo de estreitar a relação entre online e offline, aprimorando, assim, a experiência do cliente.

“O empreendedor precisa possuir um bom site e um bom aplicativo. Precisa também estar presente em muitas regiões e estar integrado em outras plataformas de marketplace e aplicativos”, completa.

A tendência de consumos específicos, como o vegano, também tende a aumentar. Por isso é preciso estar atento ao novo consumidor e seus novos hábitos, buscando oferecer produtos que possam atender novos mercados.

Por fim, o CEO e fundador do Içougue recomenda. “O empreendedor precisa ralar bastante e ter muita criatividade, somente assim ele conseguirá ser relevante vendendo carne (ou qualquer outro produto) por meio da internet”.

 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar