Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Tendências para a indústria de laticínios

indústria de laticínios.png
Saiba mais sobre as tendências para a indústria de laticínios que devem ser acompanhadas em 2021.

Os produtos da indústria de laticínios são uma parte fundamental da rotina alimentar de boa parte dos consumidores. Sempre presente tanto no food service quanto nos produtos embalados, esses itens são amplamente influenciados pelas mesmas tendências que afetam o setor de alimentos em geral e, também, pelas tendências para a indústria de laticínios em específico.

Quanto a essas tendências, Luiza Hegg, gerente de marketing da Tirolez, elabora um panorama geral para 2021.

"Entendemos que existem algumas tendências para o mercado de laticínios em virtude do histórico do ano passado. Há a necessidade por produtos práticos, que facilitam o dia a dia na cozinha e que sejam versáteis; os indulgentes, para tornar a rotina mais prazerosa dentro do contexto do isolamento, que ainda permanece; os econômicos, em embalagens maiores para o consumo de toda a família; e os lácteos funcionais, uma vez que os consumidores também estão preocupados em seguir uma dieta mais equilibrada, com nutrientes essenciais ao organismo e proteínas, associadas à retomada da prática de atividades físicas", prevê a especialista.

Inovações em experiências entre as tendências para a indústria de laticínios

Além de novos sabores, os consumidores buscam ofertas aprimoradas de textura que criem uma nova experiência prazerosa e ofereçam uma sensação maior de indulgência. Essa combinação está no centro das tendências para a indústria de laticínios. 

À medida que os consumidores desejam experiências que proporcionem gratificação emocional, haverá uma demanda por formulações multissensoriais e por produtos que encantem ou estimulem os sentidos, desde o uso de ingredientes premium e experiências de sabor inovadoras até apresentações estéticas ou embalagens realmente surpreendentes.

Criação de laços mais fortes com o consumidor final da indústria de laticínios

Luiza Hegg, gerente de marketing da Tirolez, exemplifica essas tendências para a indústria de laticínios. "Durante momentos como este, o consumidor busca marcas com tradição, em que ele confia. Diante do fato de que o consumidor passou a ficar mais tempo em casa, realizando no ambiente doméstico as suas refeições, tem sido fundamental estar próximo, levando conhecimento e facilidades ao seu dia.

Dentro desse contexto e para reforçar a expertise da Tirolez em queijos, lançamos a Escola do Queijo, um projeto que visa levar ao consumidor informações históricas sobre o surgimento dos queijos e suas nacionalidades, curiosidades, dicas de consumo e armazenamento, além de harmonização e receitas com queijos Tirolez. A partir destes conteúdos, a proposta da Tirolez é tornar os consumidores em especialistas, levando conhecimento e fortalecendo vínculos deles com a marca."

Diante dessa tendência, essa aproximação também ocorreu de outra forma na RAR como explica Sergio Martins Barbosa, diretor da empresa. "Nas nossas lojas próprias, implementamos um cardápio com receitas que oportunizam ao nosso cliente a experiência de consumo dos nossos produtos com a facilidade de aquisição dos mesmos itens, a fim de replicar a experiência em sua casa"

E como essa tendência deve permanecer, Barbosa já projeta encerrar 2021 com o dobro das lojas de 2020.

Produtos mais práticos para consumo são tendências importantes para a indústria de laticínios

Dentro dessa tendência, estão os lanches rápidos e convenientes, que devem contribuir para diversas inovações na indústria de laticínios. Queijos gourmet em embalagens individuais são exemplos disso. A gerente de marketing da Tirolez apresenta outro exemplo desenvolvido por sua empresa.

"Há a tendência de fornecer a praticidade necessária nos lanches intermediários em momentos diversos do dia. Por isso, lançamos o Stick Tirolez, a primeira inovação da marca em versão on the go, que pode ficar fora da geladeira por até cinco horas. São palitos de queijo produzidos 100% com a famosa Mussarela Tirolez, com 7,5g de proteína por unidade, que podem ser consumidos a qualquer hora do dia, ideal para carregar na lancheira ou na bolsa, além daquele lanchinho em casa, seja durante o home office ou no entretenimento, mantendo a dieta equilibrada com muita energia no dia a dia. Além disso, temos um calendário robusto de lançamentos para o ano de 2021, seguindo as tendências de consumo."

Produtos funcionais e alinhados à saudabilidade

A tendência é que os consumidores continuem procurando produtos não só saborosos, como também saudáveis ​​e que cumpram uma função específica. Isso inclui alimentos com baixo teor de lactose, iogurtes com bactérias que ajudam na saúde digestiva e produtos à base de leite para atletas (água com proteína isolada de soro de leite, por exemplo).

Ainda, de acordo com pesquisa da Innova, seis em cada dez consumidores globais estão cada vez mais procurando por alimentos e bebidas que apoiem sua saúde imunológica. Isso fortalece a tendência de inovação na adição de ingredientes que aumentam a imunidade, como gengibre, vitaminas C, B6 e E e muito mais.

"A chegada do novo coronavírus, dentre tantos alertas, reforçou duas notícias importantes: a primeira é que o sistema imunológico tem papel fundamental na defesa do nosso organismo contra doenças e vírus e, a segunda, é que a nossa proteção decorre das escolhas alimentares.

Dentre as apostas para a imunidade alta, o leite é um aliado na luta contra infecções, além de conter diversos nutrientes necessários à manutenção da saúde. Para facilitar a vida dos consumidores e proporcionar saudabilidade e praticidade com mais sabor, a Piracanjuba inovou ao lançar o IMUNODAY, com 250mg de beta-glucana de levedura e três sabores: original (0% de gordura), chocolate com aveia e chocolate zero lactose, todos eles fonte de fibras e sem glúten" , ilustra Lisiane Guimarães da Silva Campos, gerente de marketing da Laticínios Bela Vista.

Em consonância, Alejandro Saraiva, supervisor de vendas da Fermentech, complementa que "as tendências para a indústria de laticínios em 2021 convergem para, cada vez mais, lançamentos de produtos que tragam saudabilidade e aumento da imunidade. Isso porque é fato que os consumidores em geral estão cada vez mais atentos e preocupados com uma alimentação adequada e nutritiva.

Os lácteos naturalmente já têm esse apelo e as indústria estão muito antenadas em entregar produtos cada vez melhores, como por exemplo: altos teores de proteínas, menos açúcar, menos gorduras, rico em fibras, vitaminas, probióticos, etc." 

Ainda em relação a essas tendências para a indústria de laticínios, cabe destacar que os produtos direcionados ao microbioma, que contribuem para ajudar a resolver problemas e condições metabólicas específicas, como controle de peso, suporte do sistema imunológico e melhor bem-estar emocional, estão entre as tendências para a indústria de laticínios, que poderá inovar incorporando soluções funcionais que suportem a função do microbioma, como prebióticos, probióticos e pós-bióticos.

Novos canais de vendas entre as tendências para a indústria de laticínios conquistar melhores resultados

O cenário de pandemia impulsionou tanto os clientes a procurarem novos canais para a aquisição de laticínios quanto para a indústria distribuir seus produtos. E isso deve se manter também daqui para a frente.

Quanto a isso, Lisiane Guimarães da Silva Campos comenta que "o Laticínios Bela Vista esteve atento às mudanças e fez questão de ofertar a possibilidade de compras por meio de plataformas de e-commerce. A ação aumentou a distribuição e acesso aos nossos produtos, dispensando a necessidade de visitar as lojas físicas. Por isso, para 2021, acreditamos que essa realidade ainda se manterá".

Complementarmente, o diretor da RAR afirma que "as indústrias de laticínios devem desenvolver canais de venda ágeis de rápida adequação às mudanças de mercado, evitando a elevação de seus estoques e a consequente necessidade de reduzir preços para desfazer-se desses estoques. O e-commerce e lojas exclusivas (franquias) são processos comerciais que investimos nos últimos anos e que têm se mostrado eficientes alternativas de escoamento dos produtos. A RAR, por exemplo, obteve em 2020 crescimento superior a 400% nas vendas do e-commerce. Com isso, identificamos que este canal pode crescer muito na participação da nossa receita", finaliza.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar