Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Conheça as ações de sustentabilidade na indústria de proteína animal

industria de proteína animal.png
A sustentabilidade na indústria de proteína animal está no foco do setor atualmente. Conheça as ações e os benefícios de uma produção de carne mais sustentável.

Quando o assunto é a cadeia de produção de proteína animal, as exigências do mercado têm crescido cada vez mais e, no atual contexto, a sustentabilidade na indústria de proteína animal adquire uma importância significativa.

Neste cenário, por figurar entre os maiores produtores do mundo, frigoríficos brasileiros tem o compromisso de priorizar os fatores econômicos, sociais e ambientais, adquirindo o reconhecimento internacional como referência em sustentabilidade.

A sustentabilidade é fundamental no agronegócio atual, inclusive em frigoríficos

A sustentabilidade é um assunto que tem se tornado cada vez mais importante no agronegócio em todos setores. Mas, para Taciano Custódio, Diretor de Sustentabilidade da Minerva Foods, a sustentabilidade na indústria de proteína animal ganha ainda mais importância. “Este é um dos setores mais impactantes na economia brasileira, que gera riquezas e desenvolvimento regional, produzindo e exportando alimentos. Por isso, estamos construindo uma indústria ainda mais madura, principalmente em questões ambientais, sociais e de governança”, indica.

Ele conta que o tema sustentabilidade sempre foi fundamental e está assumindo um destaque ainda maior, principalmente com a busca por soluções mais sustentáveis em todo o mundo. “As indústrias de carne estão cada vez mais investindo em melhorias com foco em sustentabilidade, e os produtores, elo base da cadeia de valor, estão cada vez mais envolvidos, participando de iniciativas, promovendo ações e tomado a frente no tema”.

Custódio diz acreditar também que as iniciativas têm servido como exemplo para uma produção animal mais consciente a ponto de adquirir um alicerce muito mais estruturado. “Temos trabalhado para nos tornar uma empresa mais sustentável dia após dia, idealizando iniciativas que refletem nosso compromisso com as melhores práticas sociais, ambientais e de governança, com a sustentabilidade sendo um dos principais pilares em nosso modelo de gestão”, completa.

Ações de sustentabilidade na indústria de proteína animal adotadas

A sustentabilidade é um conceito que está muito bem representado nos sistemas de produção agropecuário adotados no Brasil. Temos o plantio direto, uma pecuária baseada em pastagem e um código florestal moderno e com alta proteção ambiental em todas as regiões do Brasil.

Os produtores brasileiros aumentaram radicalmente os indicadores de produtividade nos últimos anos, contribuindo para uma ocupação cada vez mais eficiente do território”, complementa Custódio.

Olhando para a sustentabilidade na indústria de proteína animal, o diretor da Minerva Foods cita a alta eficiência operacional, maior controle e diversas soluções em frigoríficos, garantindo menor pegada ambiental no uso de água, tratamento de efluentes líquidos e gerenciamento de resíduos sólidos.

O executivo também cita os critérios de compra de gado que evoluíram no âmbito da sustentabilidade. Outro avanço interessante neste contexto é a carne sustentável, com muitas ações sendo adotadas por empresas neste sentido.

No comparativo entre 2018 e 2019, conseguimos reduzir em 41% as emissões de GEE (Gases de Efeito Estufa), que representa valor aproximado de 134.000 toneladas de CO² equivalente, contribuindo ainda mais efetivamente para o combate às mudanças climáticas”, ele completa.

Além disso, Custódio diz que a Minerva reduziu em 6,5% o consumo de água por tonelada produzida e 5% em energia elétrica. “Essa redução foi possível por meio de investimentos em gestão e infraestrutura nas áreas ambientais”, explica. Frigoríficos também ponderaram ações para melhor aproveitamento da carcaça, melhorando a eficiência do sistema de produção.

Mas, mesmo com a sustentabilidade na indústria de proteína animal, Custódio ressalta que o setor ainda apresenta alguns desafios. “O maior desafio do setor continua sendo o monitoramento socioambiental de todos os elos de produção da cadeia da carne e o desenvolvimento de meios para inserir os pequenos e médios produtores em sistemas produtivos mais eficientes”.

Ações multisetoriais que incluam iniciativa privada, instituições financeiras, sociedade civil organizada e governo, são indispensáveis para que o agronegócio brasileiro se mantenha competitivo internacionalmente e consiga atrair mais produtores de pequeno e médio porte, garantindo a produção de animais de maneira mais eficiente e rentável a todos os elos da cadeia de valor.

Mais respeito e dignidade: os benefícios da sustentabilidade

Sem dúvidas, o investimento em ações de sustentabilidade na indústria de proteína animal tem retorno certo. Mas engana-se que acredita que esse retorno é apenas financeiro. Há ganhos ainda mais importantes.

Para o especialista, o maior ganho é o fortalecimento de uma cultura mais solidária e cuidadosa na sociedade. “Essa cultura promove o respeito e dignidade às pessoas e ao meio ambiente, afinal, o conceito de sustentabilidade relaciona aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais, para suprir as necessidades do presente sem afetar as próximas gerações”.

Custódio ressalta ainda que a sustentabilidade na indústria de proteína animal envolve também o trabalho social, que implica diretamente no desenvolvimento da sociedade como um todo. Além disso, promover melhorias com foco em sustentabilidade é também uma forma de investir em uma área que eleva efetivamente a produtividade e a qualidade dos produtos.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar