Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Soluções para o tratamento de água na indústria de alimentos e bebidas

tratamento de água na indústria.png
Setor representa quase 10% do PIB do Brasil e necessita da matéria-prima em vários processos.

O setor de alimentos e bebidas é o maior mercado industrial do mundo e em território brasileiro os números são, de fato, expressivos. De acordo com a Agência Brasil, o setor registrou crescimento de 0,8% em faturamento e de 2,7% em produção física no primeiro semestre de 2020 na comparação em relação ao mesmo período do ano passado.

Os números em alta mostram que estamos falando de um mercado com muitas necessidades, oportunidades e que exige, principalmente, inovação.  Isso porque, os consumidores atuais se preocupam com o meio ambiente e procuram por mercadorias e empresas que contribuam para um mundo melhor, com ações como a redução de emissões de gases do efeito estufa (GEE) e de carbono, a ausência de testes ou maltrato aos animais, o uso de práticas de reciclagens, além de um trabalho direto com pequenas comunidades rurais ou em locais remotos da biodiversidade brasileira.

Tecnologia no tratamento de água na indústria

No que diz respeito ao aspecto sustentável, é aí que entra outro fator de suma importância para o segmento: a água, que hoje é finalmente reconhecida como um recurso limitado e que corre o sério risco de escassez, caso pessoas e empresas não tomem medidas urgentes.

Como principal matéria-prima da indústria de bebidas, é utilizada em vários processos e também incorporada diretamente ao produto. Portanto, embora o público final muitas vezes não se dê conta, é o tratamento eficiente da água, feitos de acordo com todas as rígidas exigências de segurança, que garantirão a qualidade do produto final.

Exatamente por isso, as empresas que querem se manter no mercado e visam crescimento e uma relação de confiança com o seu consumidor final, precisam buscar por parceiros e fornecedores que atuem em conformidade as boas práticas exigidas.

“O processo de tratamento de água se dá de acordo com as características do manancial onde ela é coletada. Em geral, seu tratamento passa pelas etapas de pré-oxidação, floculação, coagulação, sedimentação e filtração. Após essas etapas, recebe um polimento final, que é definido pelo tipo de produto que será fabricado, ou seja, o tratamento feito para cervejas, por exemplo, difere do que é feito para refrigerantes e sucos”, afirma José Eduardo Donato - Diretor Comercial da BioE, unidade de negócio do Grupo Sabará.

A empresa explica que uma das tecnologias oferecidas para o tratamento é o Clorito de Sódio, um produto especialmente desenvolvido para aplicações como precursor do Dióxido de Cloro, produto usado como biocida oxidante no processo de desinfecção primária d´água. O Dióxido de Cloro é uma das barreiras químicas mais eficazes contra protozoários como a Giárdia e o Cryptosporidium, microorganismos responsáveis por surtos de doenças diarreicas, que matam milhares de pessoas todos os anos, e além disso não gera subprodutos, tais como os temidos THMs (Trialometanos) potencialmente cancerígenos relatados em centenas de estudos de caso. 

“As indústrias que não estiverem atentas aos movimentos de sustentabilidade e ética com toda certeza sofrerão com a falta de atualização. Por isso, não pensar apenas na entrega do produto final, mas preocupar-se com o fornecedor de insumos e matérias-primas é de extrema importância para se manter num mercado competitivo, que cresce a cada dia e que recebe cada vez mais exigências”, conclui Donato. 

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar