Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Rastreabilidade na indústria da carne: Importância e benefícios

rastreabilidade na indústria da carne.png
Saiba mais sobre a importância da rastreabilidade na indústria da carne, além dos benefícios para consumidores e empresas do setor cárneo.

Nos últimos anos, a segurança do alimento vem provocando grande preocupação para indústrias, setor público e consumidores. Por isso, uma palavra em voga ultimamente é a rastreabilidade na indústria da carne e demais setores, caracterizada como sendo a correspondência entre a produção e o consumo.

No âmbito geral, a rastreabilidade permite monitorar o movimento de produtos ao longo da cadeia de produção, que no caso da carne vai desde a fazenda até o mercado consumidor.

Mas, além de permitir o controle da carne desde a fazenda até o consumidor, a rastreabilidade adquire grande importância para a indústria da carne, com muitos benefícios que estimulam sua adoção.

Saiba mais sobre a importância da rastreabilidade na indústria da carne, além dos benefícios que esse tipo de tecnologia pode levar para o setor.

Metodologia da rastreabilidade: Transparência e confiança ao produto

Rastreabilidade é a capacidade de conhecimento de todo o caminho de uma determinada matéria-prima, da sua origem até o produto final. Ela surgiu inicialmente pela demanda da indústria por manter um melhor controle de sua cadeia produtiva, assim como repassar essa informação aos consumidores.

Da mesma forma, Nilson Gasconi, executivo de Desenvolvimento Setorial da Associação Brasileira de Automação-GS1 Brasil, indica que a “Rastreabilidade é a habilidade de rastrear o histórico de tudo que aconteceu com um produto desde sua fabricação/produção, por meio de movimentos para frente da cadeia, ou seja, para quem eu entreguei o produto ou, movimento para trás: quem fabricou este produto?”.

Dessa forma é importante ter o conhecimento e registros do caminho percorrido pelo produto. “Em caso da necessidade de recolhimento (recall), toda a cadeia deve ter o histórico e o registro de tudo que aconteceu com o produto”, comenta o executivo.

Além do mais utilizar um padrão global de identificação de produtos se torna essencial, pois é como ele torna-se único. “Com isso, os processos se tornam mais eficientes e seguros, agilizando a capacidade de recolhimento dos itens pontualmente com muito mais eficiência e sem desperdício de lotes que não apresentam problemas”, salienta Gasconi.

Benefícios da rastreabilidade para empresas e consumidores

Em uma esfera mais ampla, a rastreabilidade de alimentos permite a conquista de muitos benefícios. Gasconi destaca como principais benefícios a elevação da segurança dos alimentos o controle e eficiência dos processos. “Seja no segmento de produtos derivados da carne ou não, o consumidor que recebe um produto diferenciado tem o direito de saber tudo o que leva para sua mesa”.

Assim, informações como origem da carne, nome da empresa, qual a unidade produtora, variedade, nome do produtor primário ou do distribuidor, município e estado de origem quando nacional, e o país, caso o produto seja importado, estarão disponíveis ao consumidor. “Todas estas informações são base para um processo de rastreabilidade eficiente, a fim de facilitar a retirada de um determinado produto do mercado em caso de qualquer eventualidade”, indica o executivo.

Além disso, outro benefício da rastreabilidade é ter a competência de recolher determinados lotes de produtos em curto prazo de tempo, antes mesmo que os consumidores sejam afetados.

Vale ressaltar que o tempo de resposta aos consumidores e autoridades são fatores primordiais, principalmente quando o assunto é recall de alimentos. Mas a tecnologia, além de tornar os processos mais ágeis, possibilita acesso eficiente na busca da informação de todo o histórico do produto.

Rastreabilidade na indústria da carne: Muitos benefícios e vantagens

Muitas empresas já estão bem mais cientes sobre como a rastreabilidade na indústria da carne pode afetar de forma positiva seus processos. Neste cenário, Nilson Gasconi indica que os benefícios são vastos.

Em primeiro lugar, ele indica que a segurança e a qualidade do produto e da saúde do consumidor são essenciais. “Não há dúvida de que, ao adotar padrões de identificação dos produtos estabelece a confiança de sua marca na cadeia de abastecimento”. Por isso, a informação é a principal ferramenta e base da rastreabilidade.

Segundo Gasconi, as garantias envolvem:

  • Processamento seguro de informações;
  • Agilidade e eficiência dos processos, diminuindo a burocracia;
  • Acuracidade no gerenciamento de estoques e reposição contínua;
  • Agilidade nos processos internos e gestão do PDV;
  • Melhoria da oferta de produtos identificados e rastreáveis;
  • Fidelização e confiabilidade do cliente;
  • Elimina adulteração ou falsificação de produtos, com redução/eliminação de erros.

Além disso, todos os processos logísticos e administrativos podem ser automatizados por meio de recursos de tecnologias de rastreabilidade na indústria da carne.

Dicas para adotar a rastreabilidade na indústria da carne

Dentro de toda a cadeia de produção de alimentos e bebidas, a tecnologia de rastreabilidade na indústria da carne rapidamente avança, principalmente devido aos benefícios já apresentados.

Para aproveitar cada um dos benefícios, a rastreabilidade na indústria da carne deve se basear em alguns pilares citados por Nilson Gasconi.

1º Passo: IDENTIFICAÇÃO DO ITEM RASTREÁVEL – DE FORMA “ÚNICA E INEQUÍVOCA” – “É necessário dar uma identidade ao produto”, diz.

 2º Passo: CAPTURA E REGISTRO DE DADOS - CÓDIGO DE BARRAS. “Esse processo de automação proporciona agilidade e segurança dos processos de rastreabilidade”.

3º Passo: GERENCIAMENTO DE VÍNCULOS – É necessário ter todas as informações do que compõe o produto a ser rastreável.

4º Passo: COMUNICAÇÃO DE INFORMAÇÕES – Há a necessidade de compartilhar as informações com todos os elos da cadeia envolvidos no processo.

Gasconi indica ainda que é importante que todos os elos da cadeia falem a mesma língua, ou seja, adotem o mesmo padrão de identificação. “Somente assim teremos uma rastreabilidade na indústria da carne mais eficiente, ágil e segura”, finaliza.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar