Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

Perda de temperatura na câmara frigorífica: veja como resolver

camara de refrigeração.png

As câmaras frigoríficas são fundamentais para garantir a segurança dos produtos e, de quebra, evitar a contaminação. Representando um papel fundamental em todas as etapas da cadeia produtiva, elas funcionam como verdadeiras barreiras que permitem o isolamento térmico e, por isso, devem ser constantemente fiscalizadas para garantir que as perdas de temperatura não estejam acontecendo.

“As câmaras frigoríficas precisam ser projetadas sob demanda para atender às principais necessidades dos clientes. Quando ocorre a perda de temperatura em câmaras frias, o gelo se acumula no sistema de refrigeração e se reflete diretamente no produto, comprometendo sua qualidade”, explica Giordania Tavares, diretora executiva da Rayflex.

Confira agora 5 importantes medidas protetivas que garantem o bom funcionamento das câmaras: 

1- Invista em equipamentos que sejam isolantes térmicos 

Muitos erros de perda de calor em câmaras frias acontecem em razão dela ter sido projetada sem que todos os seus equipamentos estruturais tivessem potencial térmico elevado. Para isso, é importante se certificar de que as paredes e as portas sejam isolantes térmicos. 

2- Evite que as portas fiquem abertas por um longo período 

Em câmaras frigoríficas a passagem de pessoas do exterior para o interior acontece periodicamente para fazer a manutenção do estoque, manipular produtos ou até retirá-los para entregar ao cliente. Quando se investe em modelos de portas tradicionais, é comum esquecer de fechá-la assim que entra ou sai do espaço, o que é um fator de risco, pois além da perda de temperatura que eleva os custos de energia, existe um risco de contaminação, podendo estragar o produto. Nestes casos, é recomendado investir em portas rápidas automáticas. 

3- Faça manutenções periódicas no sistema de refrigeração 

Para garantir a qualidade do isolamento térmico, é fundamental que o sistema de refrigeração esteja funcionando perfeitamente. É importante que, antes mesmo de apresentar qualquer problema, a manutenção periódica seja feita, evitando gastos desnecessários no futuro. Uma maneira eficaz de evitar que esse tipo de problema aconteça é seguir às normas de segurança patrimonial, investir em tecnologias de calibração, monitoramento e controle da troca de ar com ambientes externos.

4- Crie um ambiente fluido para passagem de pessoas e materiais

É importante deixar espaços livres para que os processos aconteçam de maneira ágil no interior das câmaras frigoríficas. É necessário pensar em um layout de armazenagem adequado para que todos os produtos fiquem bem distribuídos e com fácil acesso. Outro ponto importante é não deixar acumular estoque, já que exceder a capacidade máxima do local pode causar desgastes e falhas no sistema de refrigeração. 

5- Utilize portas rápidas para Isolamento Térmico 

As portas rápidas são boas escolhas para evitar que erros operacionais aconteçam e garantem a fluidez do trabalho do operador, além de possuir alto grau de vedação, impedindo a entrada de calor e de impurezas no ambiente. Modelos com abertura e fechamento automáticos são mais indicados, pois considerando o alto fluxo de entrada e saída de pessoas, esses modelos conservam o produto no interior da câmara fria, evitando a perda de temperatura.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar