Food Connection faz parte da divisão Informa Markets da Informa PLC

Este site é operado por uma empresa ou empresas de propriedade da Informa PLC e todos os direitos autorais residem com eles. A sede da Informa PLC é 5 Howick Place, Londres SW1P 1WG. Registrado na Inglaterra e no País de Gales. Número 8860726.

5 Dicas para aumentar a venda de carne e o faturamento de seu açougue

delivery de carnes.jpg
Você quer vender mais? Veja quais são as dicas para que você consiga aumentar a venda de carne e consequentemente o faturamento do seu açougue.

O crescimento de qualquer açougue exige que exista um equilíbrio adequado entre a gestão dos recursos disponíveis e a aplicação de boas táticas de vendas. Assim, para aumentar o faturamento do açougue e a venda de carne é preciso muita estratégia.

Mesmo diante de um momento de crise, esse é um segmento ainda apresenta bons resultados na venda de carne, afinal o consumidor brasileiro tem a carne como componente da sua dieta.

Assim, com uma abordagem um pouco diferente e ficando sempre de olho no mercado é possível aumentar o faturamento do açougue e ter maiores resultados nas contas do estabelecimento.

Confira 5 dicas para aumentar a venda de carne e consequentemente o faturamento do seu açougue.

1: Invista em cortes e produtos diferenciados

Uma das melhores estratégias para que um açougue que já tem clientela formada é, na opinião de Antonio Cesar Marchi, proprietário da Tec Meat - Tecnologia em Carnes, investir em agregação de valor aos produtos já comercializados pelo açougue.

Segundo Marchi, uma linha de produtos temperados e semiprontos são boas opções. “Cortes de frango, bovino e suíno já preparados para churrascos e para o dia a dia e cortes de cordeiro temperado são desejados pelo cliente, principalmente porque eles quase sempre não sabem temperar esse tipo de carne”.

Além disso, espetinhos e kaftas, bifes à milanesa e uma linha de linguiças especiais são opções interessantes citadas por Marchi para agregar valor aos produtos do açougue.

Neste caso é preciso dar treinamento aos funcionários para a realização desses tipos de produções. Estes funcionários precisam ter conhecimento especializado e moderno com agregação de valor e sabores diferenciados”, recomenda.

2: Invista na venda de carne para churrasco, cortes certificados e hambúrgueres

Outra dica bastante importante para aumentar o faturamento com venda de carne é entender os hábitos de consumo do consumidor e investir em linhas especializadas, como a linha para churrasco e a linha de carnes certificadas.

O proprietário da TecMeat explica que a linha de cortes com osso para churrasco, como Porterhouse, Prime Rib, T-Bone, Tomahawk, Short rib, Capitão Steak, Assado de Tiras, Costela Rojão, são fundamentais para agregar valor, representando um diferencial competitivo bastante convidativo ao açougue.

A linha de cortes certificados, caso da carne de Angus são, na concepção de Marchi bastante interessantes. “Esse tipo de carne tem demanda muito aquecida, representando também boa oportunidade de agregação de valor”, diz.

Além disso, o desenvolvimento de linha de hambúrgueres com blenders diferenciado também tendem a chamar a atenção do consumidor, tendo boa aceitabilidade.

3: Quer aumentar o faturamento do açougue? Então reduza custos

Uma das melhores formas para aumentar o faturamento do açougue é adotar estratégias que resultem na redução de custos. Neste cenário, para Paulo Tadeu, especialista em gestão de açougues, é preciso gerenciar o açougue muito bem! “Ter total domínio e informações sobre o açougue em geral, sobre seus custos fixos, variáveis, operacional e saber qual é a produtividade de cada colaborador são fatores primordiais para reduzir custos no estabelecimento”.

Mas, dentro de uma visão mais específica, Antonio Cesar Marchi explica que alguns pontos precisam ser considerados pelo proprietário ou gerente do açougue.

  • Treinamento da equipe

Segundo Marchi o treinamento intensivo da equipe em POP e procedimentos de higiene e limpeza são essenciais, principalmente em carnes com osso. “No açougue existe muita manipulação da carne e se a higiene não for rigorosa haverá uma maior contaminação diminuindo a vida útil do produto com a geração de quebras e aumento do custo”, indica.

  • Conhecimento da carne e do mercado

Se a modalidade for carne desossada à vácuo, Marchi diz ser importante que o comprador tenha conhecimento profundo de carne e mercado.

No Brasil não existe nenhuma padronização e tipificação da carne normal conhecida como “bica corrida”. Esse fator faz que cada fornecedor tenha um tipo de limpeza e diferentes padrões a cada entrega”, explica o especialista.

4: Tenha maior comunicação entre área comercial e de produção

Uma das formas de aumentar a venda de carne no açougue é melhorar a comunicação entre a área comercial e a área de produção que, segundo Marchi é, para não dizer inexistente, muito falha. Marchi explica que por muitas vezes, as compras são feitas levando em consideração somente o preço e isso afeta as informações de rendimento e custo colocadas no sistema de gestão. “Existem cortes que chegam a dar 15% de quebra de limpeza, por isso é importante que o comprador tenha maior conhecimento e a comunicação com a produção seja permanente”, diz.

Por isso, o mais importante é buscar parcerias com fornecedores que se disponham a entregar produtos padronizados com limpeza dos cortes especificadas em fichas técnicas, e com preço realistas. “Sem padronização o barato pode sair caro, prejudicando a gestão e elevando o percentual de quebras com consequente aumento dos custos”, complementa Marchi.

5: E-Commerce/delivery: Adeque seu açougue às demandas do mercado consumidor

No atual momento da sociedade e em tempos de pandemia, estratégias de E-commerce e delivery já não são mais opções e sim quase que uma obrigação comercial para que açougues aumentem a venda de carne.

Paulo Tadeu entende que estas sejam boas opções para os açougues, com ressalvas. “Penso que seja necessário um planejamento muito estratégico para isto. O cliente destes dois segmentos engloba o público A e B, porém, o grande consumidor de carnes no Brasil é o público C e D”. Dessa forma, se quiser entrar nesse mercado, o proprietário do açougue deve estruturar essas estratégias com ajuda de pessoas especializadas.

O E-commerce deve ser profissional, ativo e eficiente com a criação de banco de dados e cadastro de clientes com histórico de compra, com oferecimento permanente de ofertas dentro do perfil de grupos de clientes.

Já o delivery deve ser bem estruturado, com um canal de comunicação exclusivo para atendimento rápido e eficiente, veículo adequado para transporte de produtos perecíveis, identidade visual, funcionário uniformizado e treinado com conhecimento de produtos.

Portanto, se você quer aumentar a venda de carne e o faturamento do seu açougue o primeiro passo é ter uma estratégia muito bem estruturada, investindo em diferenciação e sempre entendendo os hábitos do consumidor.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar