Como oferecer um bom cardápio de final de ano

cardápio de final de ano.jpg
Com o período de festas se aproximando, os restaurantes devem começar a divulgar o seu cardápio de final de ano.

Com a proximidade do período de festas, os restaurantes devem começar a pensar em um cardápio de final de ano. Essa é uma excelente maneira de ter uma boa lucratividade nessa época do ano e aproveitar a injeção de dinheiro na economia, por conta dos trabalhadores receberem os 13º salários.

No fim de ano, verificam-se dois momentos distintos. No início de dezembro, os restaurantes tendem a ser mais movimentados, com as empresas fazendo festas com os seus funcionários e o tradicional “amigo secreto”. Porém, na semana do Natal e do Réveillon, as pessoas costumam passar com as famílias e os amigos, em casa ou em eventos fechados. O movimento dos restaurantes cai e é por isso que investir em delivery é tão necessário.

Delivery e cardápio de final de ano enxuto são tendências para o Natal 

Além do cenário que descrevemos anteriormente, em 2020, ainda há outras particularidades. Como estamos ainda atravessando a pandemia da Covid-19 e entrando em uma possível segunda onda das contaminações, o delivery ganha ainda mais importância.

Ana Cláudia Morale, chef, consultora e membra da Federação Italiana de Cozinheiros (FIC BRASILE), explica que as restrições impostas pelo distanciamento social farão com que o delivery seja o protagonista nesse fim de ano. “O comportamento está focado em pequenas reuniões familiares. Por conta da pandemia, as pessoas focaram em núcleos. Os consumidores estão se sentindo mais seguros em ambientes familiares, abraçando a questão do delivery”, comenta a especialista. 

Por conta dos jantares em grupos menores, Moral acredita que os restaurantes terão mais vantagens se optarem por versões mais enxutas no tamanho, mas com mais variedades para os clientes. Isso vale para os jantares familiares e também para os empresariais. Afinal, muitas empresas não farão as tradicionais festas de fim de ano e também poderão optar por comemorações mais enxutas. Cada setor poderá fazer a sua própria celebração, em vez de reunir todos os colaboradores da companhia, por exemplo.

Como são poucas as pessoas que se reunirão para as ceias de Natal e Ano Novo, não é necessário fazer grandes combos com muita comida. Vale mais a pena reduzir as quantidades, para evitar desperdícios e tornar o preço mais acessível.

Sugestões de pratos para o cardápio de final de ano

Seguindo essa linha de trabalhar com porções menores, Morale orienta os restaurantes a prepararem pratos típicos da época natalina, porém, com algumas restrições. Em suas palavras: “Sugiro bacalhau tender e pratos que sejam mais divisíveis, em vez de perfil e peru. Saladas variadas e acompanhamentos clássicos também são recomendados”.

É importante ainda que os pratos possam ser entregues via delivery. Moral acredita que as tele-entregas serão o grande diferencial para os restaurantes nesse período de 2020, assim como já foi em praticamente todo o ano. “O delivery é a palavra-chave de 2020 e início de 2021. Enquanto não tivermos uma vacina, esse será o caminho que teremos até o cliente”, diz a chef e consultora.

E o seu restaurante, já começou a se preparar para oferecer um bom cardápio de final de ano? É interessante providenciar isso o quanto antes, para já começar a oferecer os combos aos clientes e fazer as reservas. Assim, você conseguirá planejar o seu estoque e pessoal para atender a essa demanda.

Ocultar comentários
account-default-image

Comments

  • Allowed HTML tags: <em> <strong> <blockquote> <br> <p>

Plain text

  • No HTML tags allowed.
  • Web page addresses and e-mail addresses turn into links automatically.
  • Lines and paragraphs break automatically.
Publicar